Skip to content

NÃO ACREDITO NAS BRUXAS…

outubro 15, 2014

… mas que elas existem, existem!… Uma delas vivia no fundo grotão de uma das montanhas da serra da Cantareira, no canto mais distante no alto de Guarulhos… e foi desapropriada para a obra do Rodoanel Norte. Muito desgostosa, sabedora de que o mal não era só pra ela mas pra toda a humanidade, a bruxa desatou mandinga forte, amaldiçoou a obra como marco de alerta: “o sofrimento será geral pra todos, para ninguém esquecer!”, disse. Seca nos reservatórios, fogo na mata… Se isso vai alertar ou não dos descasos com a natureza, ninguém sabe, mas pôs corre-corre nos bombeiros, que trabalharam forte pra apagar o fogo. Veja a ação deles AQUI na matéria do Cidade Alerta, da Record. Parabéns aos bombeiros! Fizeram sua parte. A bruxa também acha que fez…

Helicóptero Águia da PM apagando incêndio na serra. (foto: Cidade Alerta - Record)

Helicóptero Águia da PM apagando incêndio na serra. (foto: Cidade Alerta – Record)

Anúncios
One Comment leave one →
  1. Francisco Roberto C. Santo permalink
    outubro 28, 2014 11:29 am

    Serra da Cantareira.

    Rodoanel, falta de água, fogo, especulação imobiliária, ocupação desordenada…

    Nos últimos anos, tem-se observado uma intensa mobilização de áreas rurais para o assentamento de novas bases industriais, muitas vezes sem uma avaliação criteriosa e sem planejamento ou plano estrutural que permita, ao menos, a preservação dos principais corredores biológicos que constituem o manancial de vida para a flora e fauna, e que exerce também uma inquestionável, forte e decisiva ação no comportamento social e de bem estar da comunidade. Como resultado, verifica-se uma forma de desenvolvimento polarizado, centrado em metas, que impactam de forma irreversível os recursos naturais. Os empregos gerados e a melhoria da renda dos empregados conduzem ao estabelecimento de um ciclo repetitivo de transferência de valores monetários dentro da falsa situação e incipiente condição de desenvolvimento regional. Somente com o passar dos anos, pode-se observar a grande perda que ocorre no ambiente natural, e na qualidade de vida das pessoas. Como conseqüência, a ocupação territorial precisa ser planejada e estudada por todos os segmentos da população, tendo em vista o bem comum.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: