Skip to content

“A ONÇA VEIO DA MATA QUE O HOMEM DEVASTOU!”

outubro 13, 2011
Em menos de um mês, duas onças sussuaranas invadiram o espaço urbano Noroeste da grande São Paulo (Franco da Rocha e Jaraguá)… Como?  Nada disso!!  Bem disse um internauta em comentário no site G1: Não sabem de onde veio a onça? Ela veio da mata que o homem devastou. Simples assim! Não foi ela quem invadiu a casa do cara, e sim o homem invadiu a casa dela!  E o Rodoanel vai aumentar a devastação para cima das onças, quatis, gambás, preguiças, dezenas de espécies animais, centenas de espécies vegetais, para satisfação da espécie humana.
 
Clique AQUI para ver a matéria do G1, que mostra os dois casos com as onças. 
 
E cliique AQUI para ver a cobertura do Jornal da Serra, da Macumba Antropofágica por São Paulo, contra o Rodoanel, no Teatro Oficinal
 
Anúncios
4 Comentários leave one →
  1. Ricardo Costa permalink
    outubro 14, 2011 12:36 am

    Só uma pequena correção. São centenas de espécies animais e vegetais, talvez dezenas de centenas!!! Aves, répteis, mamíferos, anfibios, moluscos, insetos e não se pode esquecer dos microorganismos. Vegetais também, a variedade é assombrosa.

  2. lucas permalink
    outubro 14, 2011 3:07 pm

    tá na hora de alguém fazer uma barreira pra cidade parar de crescer pra cima de onde não deve

  3. BIO DA SERRA permalink
    outubro 14, 2011 4:17 pm

    Eu pergunto duas: pra onde levaram esta onça e todas as outras onças: sussuaranas e jaguatiricas é o local mais apropriado?????

    Sempre nas reportagens os agentes que fazem o recolhe dos animais informam que os encaminharão ao Horto Florestal, mas o que eu sei, pois em busca de informações mais detalhadas, pesquisei descobri com funcionários do Instituto Florestal e da Fundação Floresta e Cetesb, que o hospital CEMAS – Centro de Atendimento e Manejo de Animais Silvestres- inaugurado no fim do 2º mandato do governo Alckimin foi fechado governo Serra, e dai pra hoje todos os animais depredados na mata que são capturados em vida são levados pra onde?????????

    Esta é uma pergunta que eu queria muito ter.. Porque levar os animais pra tão longe?. Imaginem ai o tormento do animal quando nativo de uma região ter que atravessar de uma cidade a outra?,… só no transporte já é causado um grande estresse, sem contar a contaminação que possa vir a sofrer no contato com a poluição no caminho? Um dano irreversível. A verdade é que muitos animais acabam sendo soltos até mesmo machucados e sem monitoria alguma

  4. Francisco Roberto C. E. Santo permalink
    outubro 14, 2011 7:33 pm

    Texto extraído de
    São Paulo minha cidade.com : mais de mil memórias. –
    São Paulo : Prefeitura da cidade de São Paulo, São Paulo
    Turismo, 2008.
    358p. : il.

    O barulho da locomotiva

    Américo Gabriel Guazelli

    ” Era criança no começo da década de 1960. Minha avó morava no
    Horto Florestal, eu ia até a sua casa de trem, no Trenzinho da Cantareira.
    Eu morava no Bom Retiro e minha mãe me colocava no trem no começo da linha, que ficava na Rua João Teodoro com a Avenida do Estado.
    Lembro que ela recomendava insistentemente para eu tomar cuidado.
    Quanto mais me aproximava do Horto Florestal, mais me embriagava
    com a visão esplêndida da Serra. A garoa fininha que me molhava pela janela aberta do trem e o barulho da locomotiva me faziam o mais feliz dos “viajores”.
    No fim da viagem, minha adorável vovozinha já me aguardava e me
    recepcionava com um beijo e um carinhoso abraço. Tenho até hoje na memória o cheiro de fermento que ficava impregnado no seu avental, pois toda vez que ia até a sua casa ela fazia uma fornada de pão, e uma parte da massa era para fazer frita, pois ela sabia que eu gostava muito.
    Tudo aquilo era imenso para mim. Talvez por que eu era muito pequeno, pois naquela época até o rio Tietê me parecia muito mais largo, quando da travessia dentro do trem.”

    Senhores do rodoanel! Vocês não sabem no que estão mexendo; se soubessem, seriam pessoas mais felizes.

    Rodoanel na Cantareira Não!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: