Skip to content

– QUANDO A FICHA CAIR NA VILA ROSA…

maio 18, 2011
… talvez seja um pouco tarde.  A foto abaixo mostra a proposta do Rodoanel  junto ao final da rua São Cleto, na Vila Rosa, distrito Tremembé, bem na entrada do Clube da Sabesp.
 

Região da Vila Rosa, junto ao Clube da Sabesp

Nesse ponto o Rodoanel está a 11,5 km do marco zero da cidade.   Em seguida entra um túnel de 1.110 metros. Depois, já atrás do antigo aterro de lixo da Vila Albertina, ele sai junto a uma grande várzea pertencente à Fazenda Santa Maria, com certeza a maior área verde remanescente a essa curta distância do centro.   Dizem que tem 200 alqueires essa fazenda de propriedade da família Alcântara Machado.
 
Muitas frentes fustigam a proposta dessa obra, na contramão do tempo e do espaço.
Anúncios
7 Comentários leave one →
  1. Francisco Roberto C. E. Santo permalink
    maio 19, 2011 2:33 pm

    Senhores Políticos!
    Senhores da Dersa!
    Senhores de Empreiteiras!
    Não invejo nenhum de vocês; nem as suas riquezas, suas opulências e seus “poderes”. Os seus dinheiros não me fascinam. Na essência vocês não diferem de ninguém. Não são os melhores! São simples mortais, iludidos por breves momentos de ganância e ostentação! Cedo ou tarde, o grande momento é encontrar-se só, cada um consigo próprio, e então poderá ser o melhor dos momentos, ou o pior da vida! O grande mal é destruir o que não se conhece, com a complacente ilusão de tudo saber! Rodoanel na Serra da Cantareira Não!

  2. maio 19, 2011 3:47 pm

    Procure um desses ambientalistas que se escondem por detrás das mesas enceradas das instituições do verde em SP e vérás facilmente quem eles são e o que eles defendem de verdade. O bolso.

    Cadê os defensores da Fundação Florestal que nada fizeram para impedir que empresas de analises de solo invadissem o PEC de chaves na mão, e que mesmo com vídeo e reportagem comprovando os atos ilícitos, sendo tal atividade proibida por lei, e tudo continuou e continua como dantes antes navegantes?

    Qual o poder do gerente da FF?
    Qual o poder do gerente do IF?
    Cadê Bruno Covas?
    Cadê a Soninha?
    Cadê o Ricardo Tripoli?
    Cadê o Mario Mantovani do S.O.S MATA ATLÂNTICA?
    Cadê o Fabio Feldman?
    Cadê a Marina do PV que quando em campanha defendeu a Cantareira, mas que agora que o trator do Geraldo da DERSA se aproxima ela sofre amnésia ambiental?

    Cadê o RECANTA?

    Procuro os políticos paulistas que compõe as esferas de poder do estado de São Paulo desde os tempos de Cabral pra perguntar o que é que eles tem como projeto pra defender os interesses da população paulista diante dos impactos sociais e ambientais…..No geral tudo que tenho conseguido é entender que o discurso mudou……..

    A população que ainda acredita no tipo de ”JESTORES INCOMPETENTES E DITADORES” precisa acordar e ao menos protestar contra os atos terrorísticos que vem sendo cometidos pelo governo paulista em nome desse progresso insustentável.

    Estão atropelando todas leis da natureza e atté as próprias leis que foram estabelecidas por eles próprios….

    Entregar a Serra da Cantareira pra confortar caminhão é no mínimo um ato a ser registrado- já que não se consegue mudar a direção do tratorismo governamental paulista- pra num futuro muito próximo mostrar às próximas gerações a desgraça que esse mamelucos de hoje estão prestes a cometer. Por isso, não nos esqueçamos dos nomes dos dirigentes das instituições responsáveis pela assinatura que vai conceder a licença para o assassinato de nascentes, animais e milhões de árvores nativas. É de conhecimento público que essa ”GENTE” que assinarão a licenciatura não estão em seus cargos de forma inusitada. É claro que foram empossados ao longo dos mandatos de governo em SP justamente para darem o aval à tudo que seus padrinhos do ”QI” necessitem…..Muito pior ainda é o fato que muitos desses ”JESTORES” mesmo após atos de entreguismo e de depredação das nossas florestas sendo entregues à obras predatórias e padrões fora dos padrões da normalidade e da ética conseguem ainda notoriedade como preservacionsitas…..

    eu não acredito nas instituições de meio ambiente do Estado de São Paulo.
    Não confio nas JESTÕES e nem nos seus ”JESTORES”.
    Deixar a maior floresta nativa dentro de uma área urbana ser atropelada por setores DERSISTAS é jogar todo o ensino na lata do lixo. É destruir tudo o que o próprio código que fundou as U-CS dentro de uma fossa de esgoto a céu aberto. É o mesmo que cuspir no prato. Dar uma caixa de bombons a uma criança e depois que ela comer avisar que tinha u com cianureto.

    Qualquer pessoa sensata sabe que o bom senso seria o governador Alckimin que também não dialoga com a população ouvir os reais homens que sabem sobre o impacto que o ROUBOANEL pode causar atropelando a Cantareira.
    Qualquer caminhoneiro que dispôe de um cérebro e conheça o estado sabe que há alternativas que possibilitem outros traçados fora da cidade e principalmente nunca atravessar a Cantareira. NA CANTAREIRA NÃO!!!!!

    As leis de proteação das florestas não comportam obras como rodoanel em seu território, nem por túnel e nem por elevado. E só uma pessoas muito atrasada, um ”JESTOR” muito antiquado e mesquinho é que possa ter a coragem de defender uma obra medóocre como essa com meio de desenvolvimento para São Paulo. Mas o pior é que justamente estas pessoas com esse tipo de pensamento é que estão por traz da mesa da mediocridade………

    Robinson Dias

  3. Tercio Torres permalink
    maio 19, 2011 8:05 pm

    Isso mesmo Francisco Roberto !

  4. maio 20, 2011 3:43 pm

    Olá, Boa Tarde!!!

    O Robinson está certíssimo. A importância de registrarmos os algozes do Meio Ambiente de SP e do Brasil é fundamental. Todas estas pessoas entrarão para a História do Brasil da pior maneira, representantes da “Mentira Pública” e “Legisladores de Fantasia”. As instituições permanecerão, com certeza, outros virão com compromisso e amor ao que fazem e não somente visando o lucro de seus cargos ou vendendo o que não lhes pertence.

    Muito obrigada.

    Vera Brasileiro

  5. maio 20, 2011 3:56 pm

    Recebí informações de que na outra entrada da Fazenda Santa Maria, no Jardim Joamar, existe uma Senzala, inclusive ainda há moradores descendentes dos escravos que lá viveram. Eu não soube que algum instituto de pesquisa tenha ido até lá registrar este local como Comunidade Quilombola, cadê o INCRA???????????

    Muito Obrigada.

    Vera Brasileiro

  6. josé carlos t.cabral permalink
    maio 27, 2011 5:33 pm

    Acho muito interessante quando eles falam que o Rodoanel é para desafogar o trafego dentro de São Paulo, e agora estão passando dentro de um bairro de area nobre (Tremembé/Horto Florestal) Existe rumores que o traçado inicial seria longe da cidade de São Paulo mas que iria passar dentro de uma gleba pertencente a uma senhora muito influente que fez o DERSA mudar sua direção. Seria bom que existisse uma investigação sobre isso.

  7. audomar permalink
    dezembro 27, 2014 1:54 pm

    Audomar diz
    Temos mo mundo culturas diversas que estão sobrevivendo milenarmente e dando certo. Nosso patrimonio cultural foi-se com Cabral entre outros.
    cada arvore teria pena de reflorestamento pela idade que ela tem. Simples e mágico, e cadeia aos desobedientes. Se pesquisarem metade do Brasil está escriturado por politicos que fazem parte do politicamente correto;
    E entregaremos a eles dominio seremos escravos brancos e negros sem imudar o pior de nossos sofrimentos……. a impunidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: